Cruzeiro é derrotado pelo Remo de Conceição e se afunda em crise na Série B

O Cruzeiro perdeu mais uma vez, chegou ao sétimo jogo sem vitória e se afundou em crise na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o time comandado por Mozart foi superado por 1 a 0 pelo Remo, do ex-técnico da Raposa, Felipe Conceição. O único gol da partida no estádio Baenão, em Belém-PA, foi marcado por Victor Andrade, de voleio, ainda na primeira etapa. 

Com a derrota no Pará e o triunfo do Vitória sobre a Ponte Preta, o Cruzeiro encerra a 13ª rodada na zona de rebaixamento da Segunda Divisão. O clube é o novo 17º colocado, com 11 pontos em 13 jogos. O Brasil-RS, primeira equipe fora do Z4, tem 11 pontos em 12 jogos.

O próximo compromisso do Cruzeiro será no sábado, às 16h30, diante do Vila Nova, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, também conhecido como OBA, em Goiânia-GO. Já o Remo mede forças com o Londrina, na sexta-feira, às 16h, no Estádio do Café, no Paraná. 

O jogo

Sem estratégia clara, sem repertório e apático, o Cruzeiro fez, mais uma vez, um primeiro tempo de jogo muito pobre. Lento nas transições, os mineiros, que tinham time com média de idade de 31 anos nesta terça, encontraram extrema dificuldade para fugir da marcação bem feita pelo Remo, que saiu na frente do placar.

Aos 22′, Victor Andrade marcou um belo gol de voleio após receber, sem marcação, cruzamento da direita feito por Thiago Ennes. 1 a 0. Mesmo atrás do marcador, o Cruzeiro não conseguiu criar chances para empatar. Artilheiro do time na temporada, Matheus Barbosa foi o mais lúcido em campo e chegou a finalizar aos 31′, mas a bola saiu pela linha de fundo. 

Apesar da baixa produção do time, Mozart optou por retornar do intervalo sem alterações. Aos 3′, Sobis perdeu chance clara, ao lado da marca do pênalti, após receber passe de Bruno José da linha de fundo. O atacante posicionou o corpo de forma errada e desperdiçou a oportunidade. O Remo respondeu em jogada muito parecida quatro minutos depois, mas Gedoz também falhou no arremate. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *